Participamos no “Lisboa vai ao Parque” na Quinta das Conchas

No âmbito do projeto Lisboa vai ao Parque da Câmara Municipal de Lisboa, decorreu no sábado passado um pequeno convívio de mini-basquetebol na Quinta das Conchas no qual a equipa da ARAL, acompanhada do treinador Fábio Sousa, teve o prazer de participar.

Levamos 19 atletas para disputar alguns jogos e tivemos ainda a oportunidade de integrar outras atividades que estavam a acontecer. Foi uma manhã bem divertida e com muita atividade física.

A próxima iniciativa do Lisboa vai ao Parque na Quinta das Conchas decorrerá dia 13 de Maio, veja mais aqui http://www.cm-lisboa.pt/viver/desporto/lisboa-vai-ao-parque

18290063_10207522029603934_628652472_o18296986_10207522030843965_1972310420_o18318790_10207522031403979_1040837192_o18338984_10207522030443955_892614064_o18339242_10207522030043945_953799858_o18339378_10207522031123972_1091830890_o

Descontos na Glassdrive para os nossos Sócios!

glassdrive

A ARAL celebrou recentemente um protocolo com a Glassdrive que permite aos nossos associados desfrutar de descontos ao usufruírem de serviços desta reconhecida marca.

Poderá usufruir de 20% de desconto na substutuição e reparação de vidros e na montagem de um pára-brisas novo terá ainda direito à aplicação gratuita do produto Aquacontrol, um repelente de água.

Temos bem perto de nós, no Lumiar (Rua Fernando Lopes Graça, 19 G), uma loja Glassdrive, o que facilita e torna esta parceria ainda mais interessante.

Esta oferta destina-se aos nossos associados e seus familiares diretos  (cônjugues, pais e filhos). Se ainda não tem o nosso Cartão de Residente/sócio  não hesite em adquiri-lo, terá esta e muitas mais vantagens à sua espera!

Para mais informações sobre esta oferta e como fazer-se associado da ARAL visite-nos na Rua Luía Piçarra, loja 5 B, 1750-101 Lisboa, ou contate-nos via e-mail (aralumiar@gmail.com) ou por telefone 218 267 585/ 960 154 631.

Campanha de crowdfunding a decorrer: Social Inclusion through Sport

ROTARY

A ARAL tem vindo, nos últimos tempos, a desenvolver várias ações de angariação de fundos de forma a permitir o funcionamento das sua atividades, modalidades e espaços, potenciando-os.

Neste sentido iniciámos recentemente uma campanha de crowdfunding em conjunto com o Rotary Club Lisboa Centennarium no sentido de angariar fundos para suportar os nossos projetos que assentam na inslusão social através do desporto.
Não é dificíl ajudar, basta seguir o link http://ideas.rotary.org/Project/Profile/0c6bf178-b2ac-4d43-ba9e-29daff277ac2 , onde pode conhecer melhor o nosso trabalho e o que pretendemos com esta campanha. Caso se identifique, poderá facilmente proceder a uma contribuição.
Todos os contributos têm grande importância para nós, ajude-nos com esta causa e contribua para o bem dos nossos atletas!

A (m)Alta saudável do Rugby na ALta de Lisboa

A semana passada a sala de apoio ao estudo do Rugby na Alta de Lisboa foi inundada por um tema muito básico e que devia estar na lista de prioridades de todos os atletas, com o tema “(M)ALTA Saudável”!
No âmbito desta temática foram realizados vários jogo, como “alimentos coloridos”, “que alimento eu sou”, colmatando na produção da “pirâmide da (m)alta”, segundo os quais os atletas tiveram a oportunidade de aprender sobre estilos de vida saudáveis de uma forma diferente e divertida.
Assim foi abordada a importância da alimentação saudável, da roda e da pirâmide dos alimentos  concluindo-se sobre o que se deve e não deve comer diariamente. Esperamos agora que esta nova abordagem seja levada pelos atletas para o seio das suas famílias de forma a serem melhorados os seus hábitos alimentares.
Grande trabalho atletas! ;)

Plataforma Defesa 2+3 Alto do Lumiar: últimos desenvolvimentos

A Plataforma de Defesa da Escola 2+3 do Alto do Lumiar tem vindo a reunir com os diversos partidos políticos alertando para este assunto. O Bloco de Esquerda conheceu esta escola em Setembro de 2016, com a presença da deputada Mariana Mortágua, colocando este partido, na sequência da visita, uma série de questões à Assembleia Municipal, que até à data não tiveram resposta. Por esta razão Catarina Martins esteve ontem presente na Escola 2+3 do Alto do Lumiar, fazendo-se acompanhar de alguns canais de televisão, como forma de pressionar a vinda de respostas para estes alunos e famílias.
A líder do Bloco de Esquerda teve a oportunidade de conversar com a direcção da escola, os membros da plataforma e ainda com alguns alunos, efetuado também ela uma visita guiada à escola, conhecendo de perto os desafios diários dos 558 alunos desta escola.
É realmente um desafio aprender nesta escola esquecida pelo Ministério da Educação, mas mesmo assim os alunos vão conseguindo, pela sua persistência, suprir estas falhas e ter sucesso, não permitindo que a segregação os impeça de continuar a traçar o sucesso das suas vidas. Uma palavra de apreço também para a direcção, professores e auxiliares de educação da escola que usam diariamente da sua boa vontade e criatividade para criar um ambiente o mais acolhedor possível e capaz de promover a aprendizagem.
Continuamos sem respostas sobre o que acontecerá a esta escola, se sofrerá uma reabilitação brevemente ou não, a única certeza que temos é que estes alunos são uns lutadores por continuarem todos os dias a vir para a escola, mostrando o seu enorme mérito num processo de aprendizagem, adaptando-se a uma realidade humanamente indecente e que não deveria ser a sua.
IMG_5103.JPGimg_5104img_5106img_5107img_5110

Rugby: Perceber as partes do corpo para trabalhar em equipa

A semana passada os nossos atletas de rugby construíram a Catarina, mas quem é a Catarina pensam vocês…foi o nome que deram à figura final a partir da qual aprenderam mais sobre o corpo humano.

Através de uma atividade de delegação de tarefas em equipa, cada atleta escolheu uma parte do corpo e construiu-a, tendo, em conjunto, sido decidio quem fazia o quê para que nenhuma parte do corpo ficasse em falta.

Ainda sobre o corpo humano, cada um teve a possibilidade de referir qual a parte do corpo que considera mais importante, de entre os olhos, a boca, os ouvidos, o coração, as mãos e os pés, tendo-se criado um momento bastante divertido e participado..

Com esta atividade os atletas percebeream que todas as partes do corpo são importantes e têm uma tarefa específica e que a função de cada uma não pode ser feita por outro membro qualquer, mais tarde se transpôs esta questão para dentro de campo, onde cada um tem a sua função e todos juntos, em equipa, conseguem funcionar de melhor forma para alcançar um objetivo comum.

Mais um excelente trabalho da Carolina Gonçalves , dos treinadores e voluntários que dão apoio à nossa sala de apoio ao estudo!

GE DIGITAL CAMERAGE DIGITAL CAMERAGE DIGITAL CAMERA