Torneio da ADJL com participação de judocas da Alta de Lisboa

No passado dia 15 de Novembro realizou-se mais um Torneio da Associação de Judo de Lisboa no Estádio 1º de Maio onde o Judo Clube de Lisboa  participou com cerca de 60 atletas muitos deles provenientes do Programa “Judo na Alta de Lisboa”.
Foi uma verdadeira festa do Judo onde os nossos jovens judocas poderam mostrar o que têm aprendido nos treinos e competir contra outros judocas de outros clubes. No fim todos saíram vencedores deste torneio onde o principal objectivo foi fomentar uma competição saudável entre jovens judocas e também uma iniciação a competição.
Mais uma vez os nossos judocas estão de parabéns no geral pelo excelente nível técnico demonstrado.
A Acompanhar os  atletas estiveram os treinadores Diogo César, João Gomes, João Lérias, João Nunes, Henrique Nunes, Miguel Ogando e André Martins. Também estiveram presentes muitos pais, familiares e colegas de treino.

via: Judo Clube de Lisboa

União Zoófila precisa de apoio e de voluntários

Recupero aqui uma notícia do JN para a qual julgo não serem necessários comentários…quem puder ajudar é bem-vindo!

In Jornal de Notícias (18/11/2009)
CRISTIANO PEREIRA

«União Zoófila precisa de voluntários para reparar os telhados

Cerca de 150 gatos e 450 cães estão à mercê das intempéries na União Zoófila, em Lisboa. A presidente da instituição pede ajuda a particulares ou a empresas de construção civil que possam ajudar a reparar os telhados.

“A União Zoófila está péssima a nível de melhoramentos no canil”, lamentou ontem Luísa Barroso, a presidente da Instituição.

No dia do 58º aniversário da União Zoófila, a responsável lamentou a falta de apoios da Câmara Municipal – apesar de frisar que as instalações estão em terreno municipal – e lançou um apelo à sociedade: “Temos imensas boxes onde chove e seria muito bom se houvesse ajuda de alguém da construção civil que nos pudesse reparar os buracos dos telhados”.

No passado mês de Abril, o JN esteve no local e testemunhou o desespero dos responsáveis perante a escassez de alimentos. Felizmente, ontem, a situação era diferente. “Nesta altura temos os armazéns cheios de comida”, afirmou Luísa Barroso, apontando, todavia, que “a época pior é a do Inverno e por isso vamos chegar a Janeiro com os armazéns vazios”.

A responsável máxima da União Zoófila aproveitou para agradecer todas as ajudas que recebeu após a situação denunciada pelo JN: “Fiquei muito comovida com a solidariedade que as pessoas demonstraram mesmo estando o país atravessar uma crise”, disse.

Todavia, Luísa Barroso explicou que, para além do mau estado dos canis, a associação tem urgência noutro tipo de ajudas: medicamentos e produtos diversos (ver caixa).

“A maior parte dos cães que nos chegam aqui são abandonados e muitos deles aparecem gravemente doentes”, explicou, referindo que “são animais velhos que precisam de muitos cuidados médicos”. “A medicação cobre-nos imenso o orçamento”, prossegue, referindo que a instituição é “obrigada a gastar muito dinheiro em operações e medicamentos”.

Como tal, a Instituição divulgou uma lista dos medicamentos mais necessitados, como, por exemplo comprimidos Alopurinol, Alsir, Atarax, Biossolvon, Nizale, Primperan, Tisnel ou Ulcermin. Pomadas como Bacitricina ou seringas são outras das necessidades.

Recorde-se que a União Zoófila não recebe qualquer ajuda do Estado ou de outro organismo público. Basicamente, sobrevive com o pagamento das quotas dos seus sócios (25 euros por ano) e dos donativos feitos por empresas ou pessoas mais sensíveis a estas causas.

Os responsáveis da União Zoófila lembram que estão disponíveis para todos aqueles que desejem adoptar um animal – cão ou gato – e apelam aos eventuais interessados para que visitem as instalações e escolham aquele que querem adoptar. As visitas para adopção de cães são feitas às quartas-feiras, sextas-feiras e sábados, das 14 horas às 16.30 horas. Relativamente à adopção de gatos, as portas abrem-se ao sábado e domingo no mesmo horário. Em ambos os casos, deverá responder apenas a umas breves perguntas dos voluntários da instituição e assinar um termo de responsabilidade. A União Zoófila situa-se nas traseiras da Igreja das Furnas, em São Domingos de Benfica.»

In Jornal de Notícias (18/11/2009)
CRISTIANO PEREIRA

CML – Orçamento Participativo 2010

A Câmara Municipal de Lisboa deu início à 2ª edição do Orçamento Participativo, depois do sucesso da 1ª edição desta iniciativa, que registou, em 2008, mais de 3400 participações.

O Orçamento Participativo (OP) é uma das formas de participação dos cidadãos na gestão da Câmara Municipal de Lisboa. Através do OP, os cidadãos podem participar apresentando uma proposta para a sua rua, bairro, freguesia, ou cidade em geral, relativo a investimentos, manutenções, programas ou actividades até ao montante de 5 milhões de euros.

O OP visa contribuir para o exercício de uma intervenção informada, activa e responsável dos cidadãos nos processos de governação local, garantindo a participação dos cidadãos na decisão sobre a afectação de recursos às políticas públicas municipais, e possibilitando assim ao executivo municipal corresponder às reais necessidades e aspirações da população de Lisboa.

A participação ocorre online, no site http://www.cm-lisboa.pt/op, nas seguintes fases:

Fase 1 – até 29 de Novembro de 2009
Envio de uma proposta concreta. De seguida os serviços municipais fazem a sua análise técnica e adaptam a projecto.
Fase 2 – 14 a 20 de Dezembro de 2009
Votação de um projecto que inclui o respectivo custo estimado e previsão do prazo de execução.

Não podemos deixar de participar!

Parques infantis da Alameda da Música

Não se entende e não se pode aceitar o estado de “limbo” que tem caracterizado os dois parques infantis da Alameda da Música.

Sabemos que a SGAL assume que fez a entrega dos parques infantis e sabemos igualmente que a CML assume que não os recepcionou. Ficou zona franca, “terra de ninguém”. Sabemos ainda que o IDP – Instituto do Desporto de Portugal, I.P., quando tinha essa competência, chumbou estes mesmos parques. Sabemos que são perigosos. Sabemos que estão mal tratados.

Sabemos que estes “parques” estão nesta situação de total abandono há mais de 5 anos!

Na ARAL, solicitamos às autoridades que revejam todo este processo; que verifiquem as necessidades dos diferentes grupos etários, nomeadamente infantil e juvenil; que desenhem os equipamentos de forma apropriada; que verifiquem a legitimidade de encostar este tipo de equipamento aos condomínios; que mantenham um serviço de manutenção apropriado; que mantenham serviços de acompanhamento social na área de implantação destes equipamentos.

E solicitamos que não se adie mais 5 anos. Que não se adie mais um mês. Que não se adie mais uma hora.

Concerto Solidário “Ajude-nos a Ajudar”

A Associação de Pais e Encarregados de Educação das Escolas do Alto do Lumiar está a organizar um concerto de solidariedade, com o objectivo de angariar fundos para aquisição de duas cadeiras de rodas para 2 crianças da Escola EB1 nº 34.
O evento será no próximo dia 22 de Novembro, pelas 16 horas, no Fórum Lisboa, com música ligeira e popular portuguesa. A entrada tem o valor simbólico de 7€ para os adultos e 4€ para as crianças (até aos 12 anos).
Se quiser juntar-se a esta causa e dar a sua contribuição poderá também fazê-lo através de um donativo para o NIB: 0038 0000 38066319771 22 (Conta Banif)
Para mais esclarecimentos, favor contactar Irene Pinto: 910 854 142 ou visitar http://apaltodolumiar.wordpress.com/ 

Flyer Concerto Solidário

1ª Assembleia Geral da AVAAL, dia 15 de Novembro de 2009

AVAal1

Vai realizar-se a 1ª Assembleia Geral da AVAAL – Associação para a Valorização Ambiental da Alta de Lisboa.

É já no próximo domingo dia 15, pelas 15 horas, no espaço do K’cidade na Rua Luís Piçarra nº 12-A (Condomínio da Torre).

Este é um passo fundamental na formalização desta Associação e no percurso de desenvolvimento social pela valorização ambiental que a AVAAL procura levar a cabo.

Um dos objectivos é que se atinjam rapidamente os 100 sócios para poder inscrever-se oficialmente como Organização Não Governamental de Ambiente (ONGA), de âmbito local. Ganhará, com isso, maior força e representatividade para defender os interesses do bairro e dos seus moradores.

Vamos ajudar a AVAAL a atingir este objectivo e participar da Assembleia!

A Ordem de Trabalhos pode ser consultada aqui.

Rugby na Alta de Lisboa

Numa iniciativa conjunta entre a ARAL, APEAL – Associação de Pais e Encarregados de Educação do Alto do Lumiar, Rotary Lisboa Centenarium, Associaçao Rugby do Sul e o K´Cidade retomámos no passado dia 15 de Outubro a Escolinha de Rugby da Alta de Lisboa.
 
A “Escolinha de Rugby ” é monitorizada por treinadores credenciados na Federação Portuguesa de Rugby e permite aos jovens o acesso a práticas pedagógicas inexistentes nas outras modalidades colectivas como a simplicidade técnica de progressão individual e a acessibilidade à finalização.
 
A Escolinha terá os treinos semanais de Rugby, mas terá também uma componente competitiva, organizando e participando em competições e torneios com outras Equipas Federadas desta modalidade.
 
Objectivos
 
A escola de rugby possui um programa de acção próprio, baseado nas etapas do Ensino do Rugby, de forma a que TODAS as crianças e jovens possam desenvolver as suas aptidões, as suas habilidades, as suas capacidades cognitivas e contribui para a formação da personalidade da criança, com valores como:
 
– O rigor, a disciplina e a responsabilidade;
 
– Coragem , Inteligência e criatividade;
 
– Cooperação, amizade e solidariedade;
 
– Espírito de sacrifício, capacidade de luta e conhecimento de si próprio;
 
– Sentido colectivo.
Para quem?
 
A Escolinha de Rugby destina-se a todas as crianças do sexo masculino e feminino, entre os 6 e os 13 anos de idade, que pertençam ao Agrupamneto de Escolas do Alto do Lumiar.

No entanto as inscrições estão abertas para crianças de outras escolas situadas na Alta de Lisboa.
 
Onde?
 
Os Treinos da Escolinha de Rugby são às Terças Feiras e Quintas feiras no Complexo Desportivo do Alto do Lumiar das 15:30 às 17:30.
 
Quando?
 
A aulas da Escolinha de Rugby irá funcionar com Quatro escalões etários, duas vezes por semana.
 
Mais Informações:
Inscrições no K’Cidade – Rua Luis Piçarra 6 A – Alta de Lisboa
Contactos: 962835896 e 963035828

Picture1

Partilha de Saberes

No próximo dia 14 de Novembro o Grupo de Mamãs e Papás da Alta de Lisboa, arranca com o ciclo de encontros temáticos “Partilha de Saberes”.
Estes encontros que se realizarão mensalmente, ao sábado às 16 horas, são pequenas sessões, com entrada livre, dinamizadas por moradores que desejam partilhar os seus conhecimentos, aptidões e gostos com o restante grupo.

Pontualmente, pode também ser sugerido um tema que os participantes gostassem de aprofundar e procuraremos encontrar um dinamizador para fazer a sessão.

Os encontros já agendados são:

– Dia 14 de Novembro – Técnicas para Relaxar, dinamizado pela vizinha Carla Duarte

-Dia 24 de Novembro – Haverá uma sessão especial às 9.30, em parceria com a Santa Casa da Misericórdia em que nos debruçaremos sobre o tema dos Cuidados do bebé, tendo esta sessão sido pensada especialmente para os moradores estrangeiros. (esta sessão também é gratuita mas requer inscrição prévia na loja do K´Cidade).

Temos também outros temas em preparação que serão agendados brevemente: Conto de Natal; Doçaria- Vamos Fazer um Bolo? e Introdução ao Reiki.

Se quiserem propôr dinamizar uma sessão ou sugerir um tema, enviem-nos um email para mpaltalx@gmail.com com a vossa proposta.

cartaz_relax

Feira de Comércio Justo no Jardim da Estrela – 08 Nov 2009

Os produtos de Comércio Justo regressam ao Jardim da Estrela, no dia 08 de Novembro, numa iniciativa conjunta da Junta de Freguesia da Lapa com a Cores do Globo. Num dos palcos mais animados e ambiente mais agradáveis da Cidade de Lisboa, não perca os produtos alimentares e de artesanato de um Mundo mais justo.

cartazestrela10

SUSTENTABILIDADE E CONSUMO RESPONSÁVEL

A Cores do Globo (Associação de Promoção de Comércio Justo), a QUERCUS (Associação Nacional de Conservação da Natureza) o ISU (Instituto de Solidariedade e Cooperação Universitária) e o LNEG (Laboratório Nacional de Energia e Geologia), apresentam na última semana (23 a 28) de Novembro, em Lisboa, a Semana do Consumo Responsável – no âmbito de um projecto co-financiado pelo Instituto Português de Apoio ao Desenvolvimento, “Territórios Sustentáveis”.

A Semana do Consumo Responsável será constituída por diversas iniciativas (ver calendário) que visam contribuir, de forma concertada, para a mudança dos padrões de consumo da sociedade portuguesa e, desta forma, para um desenvolvimento sustentável global.

Esta acção de Educação para o Desenvolvimento tem como base diversas estratégias basilares, entre as quais:

– O trabalho em rede, de forma a criar uma plataforma de troca de conteúdos e divulgação das actividades;
– A consolidação de formas de comunicação inovadoras entre os Públicos-alvo do Projecto e os movimentos sociais do Comércio Justo, da Ecologia e da Economia Solidária;
– A promoção de factores de multiplicação, envolvendo em modalidades diversas um conjunto crescente de actores e instituições nas questões
do desenvolvimento sustentável e do consumo responsável;

Calendário:

23.11.2009 

Org. – ISU+QUERCUS+CG
1 – Documentários
2 – Feira de informação consumo responsável
3 – Exposição de temas aliados ao CR
4 – 1 acção de formação–  RNCR (1h30)
5 – Participação das Aldeias do Xisto
 
Local: Universidade Lusíada

 
26.11.2009
Org. – LNEG
Seminário Consumo Sustentável e Alterações Climáticas
 
Local – LNEG – Campus Alfragide
27.11.2009
Org. – Cores do Globo
Seminário Territórios Sustentáveis

Local – Goethe Institut

 
28.11.2009
Org. – Cores do Globo
Seminário Territórios Sustentáveis
 
Local – Goethe Institut

A ENTRADA É LIVRE

www.consumosustentavel.org / www.coresdoglobo.org

Últimas inscrições para o 24º curso de Formação Geral para o Voluntariado

Últimas inscrições para o 24º curso de Formação Geral para o Voluntariado. Termina hoje, sexta-feira, o prazo.

A finalidade desde curso é promover o voluntariado através da reflexão e debate de temáticas associadas como solidariedade, desenvolvimento e cidadania, pretendendo-se também:

-Contribuir para a tomada de consciência crítica da sociedade actual;
-Reconhecer o voluntariado como um instrumento de participação e de exercício de uma cidadania activa;
-Integrar os formandos em acções e programas de voluntariado;

A metodologia de formação assenta na realização de dinâmicas, apelando à participação de todos, como forma de enriquecer a formação e a reflexão que se pretende promover em torno de temáticas que assumem uma grande importância nos dias de hoje.

Temas abordados:

Desigualdades e Assimetrias;
Solidariedade; Desenvolvimento;
Participação e Cidadania;
Exclusão Social;
Voluntariado (Conceito e Legislação);
Motivações para o Voluntariado.

O próximo curso terá início no dia 9 de Novembro e terminará no dia 10 de Dezembro. Funcionará em dois grupos: 2ªs, 4ªs e 6ªs ou 3ªs, 5ªs e sábados* das 20 às 22:30h.

* Dia 14 e 21 de Novembro as sessões decorrem no horário das 10h00 às 12h30 e das 16h00 às 18h30, respectivamente

As inscrições irão realizar-se no ISU (Travessa do Possolo, n.º 11, 3º)

Documentos Necessários para a inscrição:

· Fotografia
· Fotocópia do cartão de contribuinte e do B.I.
· Curriculum Vitae
· Comprovativo de situação de estudante / desempregado

O pagamento do curso é efectuado no acto de inscrição. As inscrições têm carácter presencial, por ordem de chegada. (limitado a 40 vagas)

Montante:

Estudantes e Desempregados – 35 EU
Não estudantes – 55 EU

Contacte através do 213957831 ou cfv@isu.pt

BIS a crescer!

O BIS continua a crescer! Actualmente já conta com 125 prestadores de serviços.

Se precisa de :

Canalizadores, Electricistas, Babysitters, Apoio Domiciliário, Pedreiros, Jardineiros, Motoristas, Técnicos de manutenção de elevadores, Monitores, Pintores, Recepcionistas, etc

Contacte-nos atravès do 960 154 631.

O Banco Informativo de Serviços (BIS) reune numa base de dados elementos da população residente com qualificações e/ou experiência profissional específica e com disponibilidade para trabalhar num regime de prestação de serviços. Se necessitar de um determinado serviço ocasional poderá solicitar telefonicamente uma pesquisa, o BIS recomendará 2 ou 3 profissionais habilitados para prestar o serviço solicitado.

O BIS faz unicamente a “ponte” entre os vários prestadores e o solicitador do serviço, não tendo qualquer interferência nem na escolha nem nas condições acordadas.

O BIS é uma parceria ARAL, AMBCVL e K’Cidade.

flyer2009f_copy

Workshop sobre Segurança

A Associação de Moradores do Bairro da Cruz Vermelha organizou em colaboração com a Policia Municipal um workshop sobre segurança.

A ideia de realizar um Workshop com esta temática partiu da AMBCVL face às questões de insegurança sentidas pelos utentes do Espaço Sénior.

Este workshop permitiu perceber as necessidades da população e as suas preocupações face às questões de segurança. mais informações