Bairro de Letras: Novos Livros Gratuitos

O Bairro de Letras, disponibiliza livros gratuitos através da iniciativa bookcrossing. Estes livros podem ser adquiridos na nossa sede ou no Oeste Quiosque, levados e libertados para mãos de outros leitores.

DSCF0696

Esta semana tivemos a doação de vários livros permitindo aumentar a nossa oferta e ter livros para todas as idades.

A partir deste fim-de-semana teremos também o livro “Estrada da Revolução”, recentemente apresentado pelo autor Tiago Carrasco, disponível para leitura no Oeste Quiosque.

DSCF0532

Aproveite estas oportunidades e faça óptimas leituras!

Bairro de Letras: Apresentação do Livro “Estrada da Revolução”

DE QUE É FEITA UMA REVOLUÇÃO?

O jornalista Tiago Carrasco, o operador de câmara João Fontes e o fotógrafo João Henriques partiram em busca da resposta.

Fartos de brandos costumes, resolveram então fazer-se à estrada e acompanhar de perto as rebeliões em curso no Médio Oriente e no Norte de África. Ao longo de quatro meses, percorreram dez mil quilómetros de autocarro, de comboio, de barco e à boleia por uma zona do mundo em profunda agitação e mudança.

Das montanhas do Curdistão ao deserto jordano, do inferno da Síria à Terra Prometida, da instabilidade da Líbia à euforia do Líbano, passando pelo caos do Egipto e pela incerteza da Tunísia, os três amigos acompanharam de perto o impacto da Primavera Árabe.

O Livro “Estrada da Revolução” é o resultado das experiências vividas ao longo destes meses em viagem. É uma aventura empolgante e um testemunho inspirador para todos aqueles que acreditam num mundo melhor, mais justo e mais livre. 

9789897410000_1357158553

No próximo dia 11 de Maio, sábado, pelas 15 horas, na esplanada do Oeste Quiosque no Parque Oeste vamos receber os três amigos e conhecer mais deste livro, das experiências, momentos, situações, emoções, que vivenciaram ao longo desta viagem pelas revoluções árabes.

Convidamos todos para participar neste momento de partilha que será com certeza muito rico e interessante.

 

AgendaMaioQO (2)

Bairro de Letras: Dia Mundial do Livro

Hoje é Dia Mundial do Livro! O Dia Mundial do Livro é comemorado, desde 1996 e por decisão da UNESCO, a 23 de Abril. Trata-se de uma data simbólica para a literatura, já que, segundo os vários calendários, neste dia desapareceram importantes escritores como Cervantes e Shakespeare.

Para desfrutar de uma boa leitura a ARAL através do Bookcrossing sugere vários livros que tem disponíveis de forma livre e gratuita e para todas as idades. Pode  aceder a estes livros na sede da ARAL na Rua Luís Piçarra ou no Oeste Quiosque, levá-los consigo e posteriormente libertá-los noutro ponto bookcrossing para que outras pessoas possam desfrutar do mesmo.

Aproveite, leia!

foto-livros 544197_248686081942933_341571949_n

Bairro de Letras: CONCURSO DE ESCRITA CRIATIVA

Após um trabalho conjunto, iniciado em 2012, entre a ARAL e as professoras da Biblioteca da Escola 2+3 Alto do Lumiar, no âmbito do Bairro de Letras, surge agora uma nova iniciativa, um Concurso de Escrita Criativa.

Este concurso pretende estimular a escrita e o uso desta de forma criativa e reflexiva sob o tema “(Sem) Diferenças”. Destina-se aos alunos da Escola 2+3 Alto do Lumiar (antiga Escola D. José I).

Lançamos o desafio àqueles que estudam nesta escola a puxar pela imaginação, escrever e participar. Há prémio para a melhor participação. Têm até ao dia 31 de Janeiro para entregar trabalhos.

Contamos convosco, participem!

escritacriativa3

 

Bairro de Letras trouxe no ano de 2012 vários escritores á Alta de Lisboa

O Bairro de Letras pretende promover a leitura e a escrita em várias faixas etárias, tornando-as mais presentes na Alta de Lisboa. Este projecto engloba assim várias actividades, entre as quais se destacam o bookcrossing, que permite adquirir livros gratuitos, e apresentações de livros e divulgação de autores.

Durante o ano de 2012 foram vários os autores que, a convite da ARAL, visitaram a Alta de Lisboa, para divulgar os seus livros e o seu trabalho em volta da leitura e escrita, permitindo partilhas interessantes entre leitores.. Todos eles boas e diversificadas sugestões de leitura que vos deixamos…

  • Kalaf Angelo – “Estórias de amor para meninos de cor”  – http://www.fnac.pt/Estorias-de-Amor-para-Meninos-de-Cor-Autografado-Kalaf-Angelo/a528301
  • Ana Oom – Livros infantis – Ex: Colecção “Histórias de Encantar” – http://www.zeroaoito.pt/tempo/getfromdbaffb.html?menu=EkVpVVFpEyjKLMnHJW&lang=pt
  • Sandra Ferreira – “Cadernos de Shade” – http://www.culturafnac.pt/cadernos-do-chade-dias-de-po-na-fronteira-do-darfur/
  • Armando Frazão – “Pagwagaya” – http://pagwagaya.armandofrazao.com/
  • João Menezes – “Gestão de Organizações sem Fins Lucrativos”– http://www.wook.pt/ficha/gestao-de-organizacoes-sem-fins-lucrativos/a/id/10018098
  • Mónica José – “O coração e a razão” – http://www.wook.pt/ficha/o-coracao-e-a-razao/a/id/12386306
  • Rita Lacerda – Livro Infantil – “Margarida e todo o amor do mundo no seu coração” – http://blogue.sitiodolivro.pt/2011/05/23/margarida-e-todo-o-amor-do-mundo-no-seu-coracao-rita-lacerda/

Durante o ano de 2012 estabeleceu-se também uma importante parceria com a Biblioteca do Agrupamento de Escolas do Alto do Lumiar, a quem fazemos o nosso agradecimento, e com quem desenvolveremos novas actividades em 2013.

Para 2013 há mais, autores, livros, leituras e novidades!

DSCF8341

IMG_2238

2012-09-26 19.22.18

DSCN0997

SAMSUNG ELECTRONICS

 

Bairro de Letras convida KALAF

A ARAL e o Agrupamento de Escolas do Alto do Lumiar têm o prazer de convidar Kalaf Angelo, músico, cronista e editor discográfico, para fazer uma apresentação do seu primeiro livro “Estórias de Amor para meninos de cor”, para os alunos do 9º ano e CEF´s da Escola D. José I, na Alta de Lisboa.

Nasceu em Angola, em 1978, e na segunda metade dos anos 90 mudou-se para Lisboa, com o objectivo de obter a melhor formação académica possível e regressar a Angola. No entanto esses dois desejos sofreram um desvio quando se viu com um mundo novo a revelar-se diante de si. A aventura poética iniciou-se nos finais de  1998, buscando novos caminhos para a música urbana feita em português – multiplicou-se em colaborações, criando cumplicidades artísticas com Sara Tavares, Sam The Kid, Type, entre outros. É através da palavra que este membro dos Buraka som Sistema se comunica através da crónica ‘Um dia qualquer’, publicada no jornal Público desde Janeiro de 2008, reunidas agora no seu livro.

O título do livro não foi uma escolha descurada, já que o motivo pelo qual Kalaf optou pela expressão ‘meninos de cor’ foi intencional. ‘Não escrevi um livro sobre raças, escrevi por achar que somos todos coloridos. Em suma, tudo o que a gente faz é sobre amor, busca, perda, encontro, desencontro, saudade. Todos esses sentimentos têm a ver com ideia de amor. Eu acho que é tipo oxigénio para respirarmos, para pensarmos, para sentirmos. Nesse sentido, eu sinto que esse conjunto de estórias, mais do que estórias, algumas ficcionadas, outras muito pessoais sobre a minha forma de estar no mundo’, conta o artista.

Crente num mundo plural, Kalaf acredita ‘num mundo diverso, num mundo onde a cor não é estigmatizada, onde a cor não é usada para ofender mas para unir’. Daí que no fundo o baptimo deste primeiro livro tenha sido uma provocação: não um livro de um menino de cor, mas um livro para meninos de cores.

Os alunos da Escola D. José I, vão assim, na próxima terça, poder colocar todas as questões e curiosidades sobre o livro e sobre o seu autor.