TicEduca Junior 2012: Participe!ticEduca

Vai-se realizar em Junho deste ano o ticEduca Júnior 2012, isto é o I Encontro Nacional TIC e Educação para Alunos do Ensino básico e secundário,que tem por objectivo divulgar projectos inovadores que promovam o utilização das TIC.

A esta iniciativa podem concorrer alunos e professores que utilizem de forma educativa as TIC, bastando para isso inscreverem-se http://ticeducajunior.ie.ul.pt/?page_id=389

Esta é uma iniciativa do Instituto de Educação da Universidade de Lisboa, através do Centro de Competência em Tecnologia e Inovação em articulação com a Escola Secundária Padre António Vieira.

Para mais informações visite http://ticeducajunior.ie.ul.pt/

 

Escola da Comunidade: Sessões de Taichi-Qigong e Tuina

No âmbito do Projecto Escola da Comunidade, todas as quartas feiras, os alunos do 2ºA da Escola Básica Nº 34 praticam Taichi-Qigong, com duas voluntárias (Tânia e Zahra) que estão a terminar a  licenciatura em Medicina Tradicional Chinesa.
Ficam algumas imagens da última sessão que aconteceu pela primeira vez na rua…Taichi

Assembleia Geral ARAL: Eleição de novos Órgãos Sociais

Realizou-se ontem mais uma Assembleia Geral da ARAL, desta vez com o propósito de serem eleitos os novos órgãos sociais para o mandato de 2012-2014.

A única lista candidata (lista A) venceu por unanimidade, tendo sido poucas as alterações aos antigos órgãos sociais da ARAL.

Já os objectivos para este ano, 2012, são bastante ambiciosos, caracterizando-se o plano de actividades previsto por ser bastante vasto e diversificado, abrangendo várias áreas, desde a educação ao desporto, passando pela cultura e pelo âmbito recreativo.

Conheça nova lista dos Lista Órgãos Sociais ARAL

Parceiro do mês – Clínica Altanálises

Cartão de Residente da Alta de Lisboa

Um de entre os vários parceiros do Cartão de Residente da Alta de Lisboa é a Clínica Altanálises. Esta é uma clínica médica situada na Rua Helena Vaz da Silva nº15 R/C e que possui diversos serviços ao seu dispor.

A Clínica Altanálises oferece a quem possuir o Cartão de Residente descontos de 30% sobre as taxas moderadoras nos serviços de análises clínicas, (o serviço de análises clínicas ao domicílio é gratuito) nas consultas de Osteopatia, Nutricionismo, Psicologia e de avaliação Neuropsicológica.

Tem também consultas de Fisioterapia, Electrocardiograma e avaliação de tensão arterial (gratuita)

Não perca esta oportunidade de utilizar o seu Cartão de Residente, para mais informações pode consultar a página do facebook http://www.facebook.com/pages/Clínica-Altanálises/

Bairro de Letras – Apresentação do Livro”Margarida e Todo o Amor do Mundo no Seu Coração”

Realizou-se no passado Sábado de 28 de Janeiro, mais uma iniciativa do Projecto Bairro de Letras, a Apresentação do Livro Infantil “Margarida e Todo o Amor do Mundo no Seu Coração” da Autora Rita Lacerda.

Foi uma tarde de Sábado bastante agradável onde estiveram presentes várias crianças e algumas famílias. O Grupo Ler em Alta dinamizou a Hora do Conto e a autora Rita Lacerda falou sobre a história do seu livro.

Agradecemos a todos os que estiveram presentes e em particular à autora Rita Lacerda e ao Grupo Ler em Alta pela sua intervenção e disponibilidade.

Continuaremos a dinamizar iniciativas como esta, acreditando sempre que a leitura e a escrita são essenciais na vida de todos.

Bairro de Letras – Apresentação de Livro Infantil

É já amanhã, dia 28 de Janeiro, a partir das 15h que teremos mais uma actividade do Projecto Bairro de Letras: A apresentação do Livro “Margarida e Todo o Amor do Mundo no Seu Coração” .

Esta actividade contará com a presença da autora, Rita Lacerda, e com uma Hora do Conto, dinamizada pelo Grupo Ler em Alta.

Venha passar uma tarde de sábado diferente na nossa companhia…

Rugby na Alta de Lisboa: A aprender o verbo Placar

Na sala de apoio ao estudo do Rugby na Alta de Lisboa, os atletas têm a oportunidade de aprender as diversas matérias, com um acompanhamento em todas as disciplinas escolares, como o Português, a Matemática e o Estudo do Meio.

Um exemplo disso é este trabalho que alia a aprendizagem do Português ao Rugby… Engraçado não é? Esta é uma forma inovadora de aprendizagem, pois acreditamos que é a partir dos interesses dos atletas que o conhecimento propriamente dito é adquirido. Se tiver de ser a partir de palavras relacionadas com o rugby que seja!

O importante é aprender e adquirir métodos de estudo que possam ser aplicados futuramente.

Basquetebol: Oportunidade de Voluntariado

A ARAL encontra-se a lançar um novo projecto… Uma Secção de Basquetebol destinada a crianças a partir dos 7/8 anos que gostem da modalidade.

Como estamos em fase de preparação, apelamos a pessoas que tenham algum tempo disponível, com conhecimento da modalidade e que queiram ajudar, para se juntarem a nós e connosco levar avante este novo projecto.

Caso tenha vontade de se associar a este projecto enquanto voluntário/a contacte-nos via e-mail (aralumiar@gmail.com) ou por telefone (96 015 46 31). Ficamos à sua espera…

Bairro de Letras – Apresentação Livro Infantil

É já no próximo Sábado dia 28 de Janeiro que irá realizar-se a partir das 15h00  na Biblioteca Maria Keil mais uma actividade do Projecto Bairro de Letras a Apresentação do Livro Infantil de Rita Lacerda “Margarida e Todo o Amor do Mundo no Seu Coração”.

A Apresentação contará com a presença da autora e uma Hora do Conto dinamizada pelo grupo Ler em Alta. 

Venha ter uma tarde diferente na nossa companhia…

Escola da Comunidade: Aprendendo sobre Henri Matisse

No âmbito da disciplina de Expressões Integradas, os alunos AEC do 4ºano da Escola 34 encontram-se a desenvolver, com a Professora Margarida, um projecto original, que consiste em descobrir e reproduzir obras de grandes pintores.
Para o mês de Janeiro, o pintor eleito foi o francês  Henri Matisse, conhecido pelo uso da cor, fluidez e originalidade. Os alunos, depois de perceberem a forma de arte deste pintor, elaboraram alguns trabalhos.

Ficam  algumas fotos dos trabalhos dos alunos

Mudar de Vida

Partilho com todos este artigo da jornalista Maria João Lopes, publicado hoje no Público, que julgo ser do nosso interesse pela temática. Em especial porque aborda temas que todos nós na ARAL, no GCAL e em tantas organizações e encontros locais debatemos e para os quais procuramos e implementamos soluções.

Resumo:

(…)

Passar mais tempo em casa, conhecer melhor os vizinhos

À força de consumirmos menos e pouparmos mais, vamos reduzir as idas ao restaurante e a outros espaços de lazer, e estar mais tempo em casa. Uma das consequências será o aumento das refeições caseiras, até para levar também comida para o trabalho. O escritor Mário Zambujal acredita que as pessoas vão “visitar-se mais”: “Vão juntar-se nas casas umas das outras para uma festinha.”

Os encontros familiares serão mais frequentes e, em alguns casos, diferentes gerações poderão viver juntas: “É possível que deixe de ser viável que as pessoas da classe média tenham familiares em instituições privadas, que são caras. E que os familiares mais idosos fiquem mais tempo junto das famílias, que voltam a ser alargadas”, avança o sociólogo e professor da Universidade de Coimbra, Elísio Estanque.

Maria Filomena Mendes, presidente da Associação Portuguesa de Demografia, também acredita que tal poderá acontecer, sobretudo “nas famílias com baixos recursos”: “Haverá um retorno dos avós ao lar. Com o desemprego, as pensões dos idosos acabam por ajudar na gestão do orçamento.” Estanque também sustenta que poderão surgir relações de proximidade entre vizinhos: “Se as pessoas passarem a estar mais na sua zona, têm mais probabilidade de se encontrarem com as que residem ao lado, e que muitas vezes nem sabem quem são”. E, cada vez mais, a casa será o escritório: “Trabalhar em casa de pijama é algo que já está a acontecer”, diz Zambujal.

Maior vivência comunitária, tertúlias e associativismo

Não será só a preferência pelos transportes públicos que poderá aumentar, mas também uma utilização partilhada do carro: “Os vizinhos que vivem na periferia irão organizar-se mais colectivamente [para se deslocarem]”, diz Elísio Estanque.

Maria Filomena Mendes realça também o recurso à bicicleta ou a andar a pé, até porque muita gente abandonará os ginásios. Nas palavras de Pedro Moura Ferreira, sociólogo do Instituto de Ciências Sociais, “a grande mudança passará pela filosofia do menos em quase todas as esferas da nossa vida”.

O presidente da Cáritas Diocesana do Porto, Barros Marques, acredita que estes comportamentos fomentarão “um estilo de vida mais comunitário e menos individualista: “Vamos criar laços de alguma economia doméstica, familiar, fazer reuniões com amigos”, partilhando comida. “E regressarão as grandes tertúlias e o associativismo, como espaços de debate, de troca de impressões, de esclarecimento, nos quais as pessoas sintam que estão a remar juntas.”
(…) in Público

Peddy Paper Alta de Lisboa: Participação da ARAL

Realizou-se na passada sexta-feira mais um Peddy Paper na Alta de Lisboa, com o objectivo de dar a conhecer o território, mas também as instituições que desenvolvem trabalho no mesmo.

A ARAL, como já tem vindo a ser habitual, foi um dos postos deste Peddy Paper, tendo os grupos que por aqui passaram de efectuar uma actividade de correspondência de objectos e cartazes dos nossos projectos, passando assim a conhecer melhor o trabalho efectuado.

Ficam fotos dos participantes a fazer a prova…

 

Rugby Alta de Lisboa: Convívio Regional de Apoio à Selecção Nacional

Sábado é dia de rugby… A convite do CDUL, O Rugby na Alta de Lisboa vai estar representado no Convívio Regional de Apoio à Selecção Nacional, dia 28 de Janeiro no Estádio Universitário.

Levaremos duas equipas, uma de Sub-8 e outra de Sub-10 que disputarão vários jogos com adversários. Teremos ainda a oportunidade de ficar a assistir ao jogo Portugal – England Students que se realizará durante a tarde.

Se gosta de rugby acompanhe-nos neste dia diferente.

Para mais informações contacte-nos através do e-mail altarugby@gmail.com ou por telefone (96 015 46 31).

 

 

Rugby Alta de Lisboa: Reunião de Pais

Realizou-se ontem uma reunião de pais e encarregados de educação dos atletas da Escolinha de Rugby da Alta de Lisboa, na sala de apoio ao estudo.

De forma muito informal, treinadores, coordenadores e parceiros conversaram com os pais sobre o funcionamento dos treinos e sobretudo da sala de apoio ao estudo, desde à pouco tempo com um novo modelo de funcionamento.

Este foi um momento muito agradável onde foram colocadas dúvidas por parte dos pais e no qual os treinadores tiveram a oportunidade de explicar o seu trabalho e como os atletas têm evoluído.

Ficou a grande vontade de os pais participarem mais activamente na vida da Escolinha, mantendo sempre um contacto de proximidade com os treinadores, no sentido de melhorar a qualidade do trabalho.

 

 

 

 

Escola da Comunidade: Aproveitando os espaços públicos da Alta de Lisboa

Nas últimas semanas, já tem vindo a ser hábito os professores AEC da Escola 91 aproveitarem os espaços públicos da Alta de Lisboa para darem as suas aulas. Dando aulas diferentes, utilizando o Parque Oeste, as tardes têm sido bastante apelativas e as crianças mostram muita vontade em ir passear, saindo da Escola, na qual passam todo o dia.

Este é um exemplo em como a utilização dos espaços públicos da Alta de Lisboa pelas instituições locais, ou pelas pessoas em nome individual, pode ser agradável e motivante para a prática de actividades que nos locais habituais eram somente banais (ex. jogar futebol, saltar à corda, fazer jogos com arcos), passando assim a diferentes e atractivas.

Ficam algumas fotos…

 

Escola da Comunidade: Vamos cantar as Janeiras

No dia 13 de Janeiro os alunos do 1ºciclo da Escola 34 percorream as ruas da Alta de lisboa com o objectivo de cumprir a tradição portuguesa de cantar as Janeiras, desejando a todos os moradores e comerciantes um feliz ano de 2012!

Foi uma tarde animada e muito divertida…

Bairro de Letras… Eugénio de Andrade

Esta semana comemorar-se-ia o aniversário do Poeta Eugénio de Andrade…

Que melhor homenagem lhe poderíamos prestar do que lermos os seus versos?

A ARAL recomenda “As mãos e os frutos”

Olhos postos na terra, tu virás

No ritmo da própria Primavera,

E como as flores e os animais

Abrirás nas mãos de quem te espera.

Eugénio de Andrade