“Portas Abertas” – Férias para crianças na Alta de Lisboa

Quinta-feira inicia-se uma nova quinzena do Portas Abertas de 1 a 14 de Setembro, por isso se não tem onde deixar os seus filhos, aproveite e deixe-os usufruir de um excelente programa de actividades.

Para inscrever ou para mais informações basta contactar Bárbara Oliveira ou Susana Pragana: 96 015 46 31 ou via e-mail escoladacomunidade.3491@gmail.com

 

ESTÃO ABERTAS INSCRIÇÕES PARA OS WORKSHOPS ALL ARTES!!

Depois da apresentação de workshops que aconteceu no dia 31 de Julho, e que correu tão bem, estamos todos motivados e com muita vontade de iniciar os workshops! Se, neste dia, apenas tivemos um cheirinho daquilo que serão as actividades do projecto, muito mais os formadores têm para oferecer a todos os jovens. Tens agora oportunidade de experimentar e saber mais sobre as áreas que mais gostares: RAP, Hip Hop, DJ, Danças Ciganas, Artes Circenses, Capoeira e Danças Africanas pois já estão abertas as inscrições!!! São gratuitas e prometem muita animação! Em breve vamos começar… faz já a tua inscrição! 

O primeiro workshop a começar será o de CAPOEIRA, dinamizado por Alto Astral. Se gostavas de saber praticar junta-te a nós e INSCREVE-TE no workshop que temos para ti! 

Mais novidades em breve… Acompanha-nos pelo facebook :http://www.facebook.com/pages/Projecto-ALL-ARTES/259733080721584




Cartão de Residente da Alta de Lisboa

O Cartão de Residente da Alta de Lisboa continua por aí…

Se está de férias aproveite e venha usufruir dos nossos descontos…garantimos que não se irá arrepender…

Venha conhecer a nossa lista de aderentes e torne-se sócio da ARAL!!!

Para mais informações contacte-nos através do e-mail: aralumiar@gmail.com ou então deslocando-se à nossa sede na Rua Luis Piçarra nº 5 A/B na Alta de Lisboa.

Bairro de Letras: porque os livros também podem viajar.

Está de férias? Muito tempo livre? Então não será uma boa altura para voltar à leitura? Na ARAL temos livros gratuitos de vários géneros prontos para fazerem uma viagem este verão.  Estamos na Rua Luis Piçarra, º 5 A/B  na Alta de Lisboa

BIS: continuamos activos no verão

Este verão não tem quem cuide dos seus filhos? Precisa de alguém para limpezas? A ARAL tem uma base de dados com os mais diversos tipo de serviços. Basta contactar-nos para o numero 96 015 4631 e nós damos-lhe um leque de prestadores de serviços.

divulgação pública da intenção de revisão e prorrogação do Contrato Inominado existente entre o Município de Lisboa e a SGAL

“O contrato entre a CML e a SGAL foi revisto.

A grande alteração prende-se com as datas limite de execução. O contrato de 1996 determinava que as contrapartidas em espécie, como por exemplo os prédios de habitação social, infra-estruturas viárias, equipamentos, parques, estariam executadas e entregues à CML até final de 2010. Os prédios de venda livre até final de 2015.

Pelas mais variadas razões, muitas abordadas no Viver, o prazo mais importante, o das contrapartidas, já lá vai e muitas ainda nem sequer estão no papel.

As grandes novidades do novo contrato são:

– data limite para execução das infra-estruturas: 2016
– data limite para entrega doutras contrapartidas em espécie: 2020
– data limite para construção dos prédios de venda livre: 2030
– data limite para comercialização dos empreendimentos de venda livre: 2035
– CML assume que o PUAL só se concretizará verdadeiramente com a ligação entre as Calvanas e o Campo Grande e compromete-se a executá-la até 2020
– SGAL está obrigada a apresentar em Outubro de cada ano o plano de trabalhos para o ano seguinte
– Possibilidade de a SGAL, em caso de indisponibilidade financeira pela CML, adiantar as despesas relativas aos processos de expropriação necessários

Para informação completa:

http://ulisses.cm-lisboa.pt/data/002/004/index.php?ml=1&x=sgal.xml

…”

Devido a relevância do tema, o curto período de divulgação pública (entre 29 de Julho a 26 de Agosto) e porque a ARAL ainda não teve tempo de estudar devidamente a revisão e prorrogação do Contrato, transcrevemos parte do post de Luis Magalhães publicado no Viver Lisboa bem como a planta no topo desta notícia.