Escola da Comunidade: O terminar de um Projeto

Image

Fechamos ontem um ciclo ao qual tanto nos dedicámos nos últimos 4 anos, o Projeto Escola da Comunidade, do qual a ARAL foi entidade executora, juntamente com a entidade promotora APEAL.

Desde o ano lectivo 2009/2010, quando nos foi co-endereçado um convite por parte do K’Cidade, que marcámos presença nas Escolas Padre Rocha e Melo e Dr. Nuno Cordeiro Ferreira com as Atividades de Enriquecimento Curricular (AEC) e Componentes de Apoio à Família (CAF). Abraçámos o desafio com todas as nossas forças, demos o nosso melhor e conquistámos alunos e pais com um Projeto em que o centro das atenções foi sempre a Criança e o seu desenvolvimento equilibrado e feliz.

Formámos equipas de Professores e Monitores coesas e com uma excelente capacidade de trabalho… Ensinámos inglês, a pintar, a dançar, a fazer teatro, a jogar futebol, basquetebol, andebol… fizemos marchas populares infantis, brincámos, rimos e jogámos juntos. Melhorámos as relações com as Escolas, reinventamos as AEC e as CAF adaptando-as ao território, integrámos atividades comunitárias nos nossos planos de atividades, abrimos as Escolas à Comunidade e alertamos a Comunidade para as atividades das Escolas.

Agora nos despedimos, chegando o projeto ao final da linha, devido às novas orientações legislativas e à decisão da entidade promotora das AEC e CAF, a Escola da Comunidade nasceu, cresceu e termina agora. A ARAL sai com tristeza, mas ciente do seu bom trabalho, sentimo-nos realizados e com o sentimento de missão cumprida… o nosso trabalho deixou uma marca nas Escolas, nos pais e nos alunos com quem convivemos nestes 4 anos.

Na realidade consideramos esta somente como uma despedida do projeto, pois continuamos a trabalhar no território, continuamos a marcar presença nas Escolas com outros projetos e cruzar-nos-emos aqui ou ali com todos aqueles com quem, ao longo dos últimos 4 anos, desenvolvemos trabalho na Escola da Comunidade… aliás são estas, as relações que construímos, aquelas que para sempre ficarão!

Escola da Comunidade: Participação no Concurso de Marchas Infantis

A Escola da Comunidade está de parabéns, por todo o envolvimento e resultados obtidos no Concurso de Marchas Infantis da Alta de Lisboa (promovido pelo Tunelense e APEAL).

As três marchas apresentadas, CAF e AEC da Escola Dr. Nuno Cordeiro Ferreira e CAF da Escola Padre Rocha e Melo, espelharam o envolvimento e dedicação de todos os Professores e Monitores e a felicidade das crianças revelou, sem sombra de dúvida, a sua alegria em participar nas marchas populares.

Com o tema “Lisboa” as três marchas escolheram individualmente o  sub-tema sobre o qual  desenvolveram toda a marcha, tendo as AEC da Escola Dr. Nuno Cordeiro Ferreira optado pelos “Bairros alfacinhas”, a CAF da mesma Escola pelos  “Filhos do Mar” e a CAF da Escola Padre Rocha e Melo pelos “Monumentos de Lisboa”.

O empenho e alegria de todos foi o maior prémio, tanto para as crianças como para os adultos, mas como estamos a falar de um concurso, não poderíamos deixar de referir os prémios atribuídos pelo Júri do mesmo:

CAF Escola Padre Rocha e Melo – Prémio “Melhor música e letra”

AEC Escola Dr. Nuno Cordeiro Ferreira – Prémio “Cenografia”

CAF Escola Dr. Nuno Cordeiro Ferreira – Prémio “Graciosidade”

Para além destes foram ainda atribuídos os prémios de melhor marcha de jardim-de-infância e de 1º ciclo, tendo a Escola da Comunidade conquistado ambos, nomeadamente:

Melhor Marcha Jardim-de-Infância – CAF Escola Padre Rocha e Melo

Melhor Marcha 1º Ciclo – CAF Escola Dr. Nuno Cordeiro Ferreira.

Estamos realmente de parabéns por todas as razões, e desta forma tão alegre terminamos mais um ano letivo.

Marcha CAF Escola Dr. Nuno Cordeiro Ferreira

Marcha CAF Escola Dr. Nuno Cordeiro Ferreira

Marcha CAF da Escola Padre Rocha e Melo

Marcha CAF da Escola Padre Rocha e Melo

Marcha AEC Escola Dr. Nuno Cordeiro Ferreira

Marcha AEC Escola Dr. Nuno Cordeiro Ferreira

Escola da Comunidade: Plantação de Feijões

Na CAF da Escola Dr. Nuno Cordeiro Ferreira a chegada dos dias de sol conduziu a uma atividade que todos nós fizemos em tempos escolares… plantar feijões em algodão e assistir ao seu crescimento!

Para além de ser uma atividade “da praxe” é sempre com muito entusiasmo que as crianças procedem à plantação de feijões, assistindo a todas as fases de desenvolvimento do processo. Na CAF não foi diferente, se o entusiasmo iniciou com a breve explicação dada pelas Monitores, prosseguiu com a parte prática e dias depois com a observação do seu pé de feijão.

DSCF1162

DSCF1182

DSCF1252DSCF1253

Escola da Comunidade: Um novo amigo na CAF

As crianças da CAF da Escola 91 têm um novo amiguinho… uma tartaruga chamada Dali. Esta surpresa encontra-se inserida nas atividades que têm vindo a ser desenvolvidas sobre animais de estimação, tendo o Professor AEC João Carvalho oferecido a sua tartaruga de estimação à CAF.
Assim, as crianças passarão a ter este novo amiguinho na sala, aprendendo a cuidar dele, passando também, principalmente aquelas que não têm nenhum animal de estimação, a saber o que é ter um.
As reações à chegado do Dali foram muito diversificadas… uns ficaram muito contentes, outos bastante apreensivos e receosos, mas todos se quiseram aproximar para conhecer melhor este novo elemento da CAF.

11

13

12

Escola da Comunidade: Boletim N.º 1 (1º Período, 2012/2013)

Boletim_N.º1_1ºPeríodo

A Escola da Comunidade lança hoje o primeiro número do seu Boletim, onde pode conhecer as atividades realizadas durante o 1º período lectivo. Conheça mais sobre o trabalho que realizamos… clique em http://issuu.com/aralumiar/docs/boletim_n._1_1_per_odo