Bicicletas ao Alto: uma boa iniciativa

Até dia 22 de Dez | Os verdadeiros amantes dos pedais não podem perder esta iniciativa desenvolvida pelos inúmeros apaixonados das bicicletas e pela Associação de Comerciantes do Bairro Alto. O ponto de encontro para a ciclocultura é apenas um – nº11 da rua da Barroca no Bairro Alto.

Hoje, Dia 12 – 18h30 | Debate “Bicicleta: crise, moda ou ecologia?” | Rua da Barroca nº 110
Dia 15 – 15h30 | Lisbon Cycle Chic – Desfile, concurso e concentração | Largo Camões

Onde  Rua da Barroca, 110 –  Bairro Alto
Quando  2 a 22 de Dezembro
Horário Seg. a Sext. das 17h às 21h | Sáb. e Dom. das 11h às 22h
Contacto: bicicletasaoalto@gmail.com

Ver programa detalhado em: http://www.facebook.com/bicicletasaoalt0

556798_317469005032862_1471469081_n

Participe, vá de bicicleta e contribua para o debate de hoje!

 

 

 

 

 

 

Bycicle Film Festival Lisboa

O Bycicle Film Festival – maior evento global ligado à cultura da bicicleta – celebra, este ano, o seu 12º aniversário, estando presente em 25 cidades em todo o mundo.

De 1 a 3 de Novembro, o Festival – organizado no nosso país pela POST – volta a Lisboa, pelo quarto ano consecutivo, e realiza-se em diversos locais, entre o Auditório Carlos Paredes, em Benfica, e o renovado Largo do Intendente. Para além da exibição de 28 filmes de 16 países, o programa inclui passeios e corridas de bicicleta, um torneio internacional de bike polo, bike sprints e festas.

 

Mais informações em: http://www.bicyclefilmfestival.com/lisbon

I Cicloficina Social da Alta de Lisboa

Já que estamos na Semana Europeia da Mobilidade porque não criar uma cicloficina social na Alta de Lisboa?

E o que é uma Cicloficina Social? É simples, é um local onde voluntários dão uma mãozinha para ajudar a reparar pequenos problemas em bicicletas de moradores, vizinhos e amigos. Se necessita de afinar mudanças ou travões, encher pneus, ou outras pequenas reparações nós temos ferramentas e mãos voluntárias para o ajudar. Basta aparecer e trazer a sua bicicleta. Atenção que não fornecemos peças!  Se por outro lado, têm bastante jeito para estas pequenas reparações, pode dar-nos uma ajuda pois mais voluntários são sempre bem-vindos!

A Cicloficina será no dia 21 de Setembro, sexta-feira, no Parque Oeste, junto ao Quiosque, entre as 18h30 e as 20h30. Para além de um momento de reparação e manutenção será também um momento de convívio para quem partilha interesse pelas bicicletas.

Apareçam!

Estacionamento de bicicletas

No âmbito do seu projecto Bike Sharing, A ARAL pediu a instalação de um estacionamento de bicicletas, junto à sua sede e propôs ainda uma série de locais onde faria sentido a instalação destes equipamentos. Aqui fica o pedido:

Exmo. Senhor Vereador José Sá Fernandes,
 
A ARAL – Associação de Residentes do Alto do Lumiar está a desenvolver um projecto de Bike Sharing, disponibilizando bicicletas para uso partilhado de sócios e moradores, o que permitirá facilitar deslocações entre os vários bairros que a Alta de Lisboa abrange e para outras zonas da cidade de Lisboa.
 
Neste sentido, e tendo conhecimento de que a CML pretende apostar nesta forma de mobilidade, gostaríamos de solicitar a V. Exa. apoio para a instalação de um posto de estacionamento de bicicletas junto à nossa sede na Rua Luís Piçarra, que nos facilitaria o funcionamento do projecto de Bike Sharing em segurança e permitiria incentivar os moradores à utilização da bicicleta para as suas deslocações, transmitindo assim a estes a mensagem de que a utilização deste meio é bem vinda e desejável.
 
Caso a nossa proposta seja aceite deixamos um anexo com imagem e características do tipo de suporte considerado mais adequado, pela Federação Portuguesa de Cicloturismo e Utilizadores de Bicicleta, e uma foto do local onde desejávamos que fosse instalado.
 
Sugerimos ainda a instalação, nesta fase, de postos de estacionamento junto das seguintes instituições ou nos seguintes locais: Escola Pintor Almada Negreiros, Escola D. José 1, Escola 34, Escola 91 e Complexos Desportivo do Alto do Lumiar, Pista Atletismo Prof. Moniz Pereira, saídas das estações de metro da Ameixoeira, Quinta das Conchas e Lumiar.
 
Estamos disponíveis para qualquer esclarecimento adicional e agradecemos desde já a atenção disponibilizada.
 
 
Com os melhores cumprimentos,
José Almeida

 

Boa Iniciativa: CM Aveiro incentiva uso de bicicleta

Que tal a Câmara de Lisboa organizar um projecto semelhante ao organizado pela Câmara de Aveiro?

 

No âmbito do projecto “Lifecycle” vai decorrer, de 17 de Março a 19 de Junho, em Aveiro a campanha “de Selim para o trabalho”. Promovida pela Câmara Municipal de Aveiro e destinada aos adultos do concelho a campanha procura persuadir os próprios funcionários municipais a deslocarem-se de bicicleta ou num sistema de “Park & Bike” ou “Bus & Bike”, deixando o automóvel em parques à entrada da cidade, para completarem o percurso até às instalações municipais de bicicleta.

Além desta campanha destinada a adultos, há ainda uma vertente dirigida à população escolar e em que participam as escolas secundárias Jaime Magalhães Lima e Mário Sacramento e a Escola Básica Integrada de Eixo é a campanha “Para a Escola com Pedalada”, em que aos estudantes é lançado o desafio de fazerem, pelo menos duas vezes por semana, a deslocação entre a casa e a escola de bicicleta.

Os alunos aderentes serão abrangidos por um seguro individual e serão distribuídas bicicletas como prémio, entre os participantes.

Em relação à população sénior vão ser feitas campanhas de sensibilização na área da saúde, em parceria com as Juntas de Freguesia de Santa Joana e Eixo, que vão incluir rastreios médicos e procurar estimular o uso da bicicleta como promoção da actividade física.

A autarquia vai ter três técnicos afectos ao projecto em tempo parcial e ainda realizar pequenas intervenções de prevenção rodoviária nas vias municipais.

O projecto “Lifecycle”, da Câmara de Aveiro, procura sensibilizar a população para o uso da bicicleta no dia-a-dia, no âmbito do Programa Europeu da Saúde (PHEA). Este projecto é financiado integralmente pela União Europeia, o custo do projecto no que diz respeito a Aveiro ascende a cerca de 50 mil euros, em campanhas direccionadas às famílias, à população sénior e adulta, estudantes universitários e crianças em idade escolar.

in Fórum do Urbanismo