Orçamento Participativo 2011/2012: Não se esqueça de votar!

Está a terminar o prazo de votação do Orçamento Participativo 2011/2012! Até dia 30 de Setembro vote no projecto que na sua opinião tornará a cidade de Lisboa melhor… existem vários opções, basta analisar cada uma delas e escolher aquela que tornará melhor a sua vida!

Se é residente na Alta de Lisboa dê especial atenção aos projectos que estão em votação para a nossa zona… a união faz a força, se todos votarmos será mais fácil de alcançar!

Vote em www.lisboaparticipa.pt,

A propósito do Passeio de Bicicleta…

No ano passado, e após quase vinte anos sem andar de bicicleta, tomei a decisão de comprar uma e voltar a dar uns passeios. Após tanto tempo, foi com grande satisfação que percebi que nunca desaprendemos a andar de bicicleta e de repente senti-me de volta à adolescência. Dei uma ou duas pequenas quedas (sobretudo por falta de cuidado) e voltei a desenrascar-me com mudanças, subidas e trilhos de areia.

No entanto, nunca consegui olhar para ela como um verdadeiro meio de transporte, mas apenas como uma forma de diversão em pequenos passeios de fim-de-semana. E é aqui que a mentalidade de um povo se faz sentir. Há uns anos durante umas férias na Holanda, percebi que a bicicleta podia ser uma alternativa viável aos carros. No entanto, nós enquanto povo não temos a cultura da bicicleta. Nunca há ciclovias suficientes, ou está demasiado frio ou demasiado calor, Lisboa é uma cidade de colinas.

No início do mês a ARAL decidiu fazer um passeio de bicicleta para celebrar a Semana Europeia da Mobilidade, e eu fiquei entusiasmada com a ideia. Passei a semana a dizer em casa que no próximo sábado de manhã iríamos andar de bicicleta, pela Alta de Lisboa. E o homem lá de casa aderiu bastante à ideia.

No entanto, naquele sábado de manhã, acordei com aquele comodismo que é habitual a nós portugueses. A vontade de passar a manhã de pijama, a preguiçar em frente da televisão já se sobrepunha à ideia do Passeio de Bicicleta. Felizmente, o homem lá de casa, fez-me levantar, sair de casa, e lá fomos até ao Parque Oeste para um passeio. E ainda bem!

Foi uma manhã solarenga, em que deu para andar bastante de bicicleta, conhecer a famosa avenida sem princípio nem fim (aka, Avenida Santos e Castro), e sentir aquela brisa fresca no rosto.

No entanto, não houve muitas pessoas a aderir ao Passeio. Acredito, que tenha havido bastantes mais a pensar em ir, mas depois, por preguiça, comodismo, ou pelas tradicionais desculpas de frio ou calor, acabam por perder uma manhã bem passada em que temos oportunidade de conviver e conhecer a vizinhança.

Passeio de Bicicleta - Av. Santos e Castro

Na segunda-feira seguinte, peguei no carro de manhã, para ir trabalhar. Para variar, a rua por trás do aeroporto estava toda engarrafada. E de repente, vejo pela berma um rapaz a ir de bicicleta para o emprego. Mesmo sem um motor, o rapaz ultrapassou toda a fila e rapidamente o deixei de ver. E dei comigo a pensar na inteligência das nossas decisões. Ali estava eu (e outras centenas de pessoas), parada no transito, a gastar tempo e combustível. E ali estava também uma outra pessoa, que não se acomodou ao carro, e optou por uma solução, mais rápida, mais económica e mais saudável. No fundo, dei comigo a pensar que a primeira coisa a alterar é a nossa mentalidade, o nosso comodismo, para podermos ter uma vida mais saudável e apreciar a nossa cidade.

Escola da Comunidade: Sessão de Boas-vindas

Este ano lectivo, a APEAL e a ARAL continuarão, através de um acordo de parceria com a DREL, CML e Agrupamento de Escolas do Alto do Lumiar, a promover e executar as Actividades de Enriquecimento Curricular (AEC) e as Componentea de Apoio à Família (CAF) nas Escolas de 1ºCiclo/ Jardim de Infância n.º 34 e n.º 91.
Para dar o pontapé de saída no dia 14 de Setembro as Associações promoveram uma sessão de Boas-vindas aos seus colaboradores (alguns novos outros que já estavam no projecto) de forma a que todos se cnheçam e elaborem um trabalho conjunto.

Para além de uma divertida dinâmica de apresentação, esta sessão contou ainda com um esclarecimento geral sobre o projecto, abordando os seus principais obejctivos e formas de dinamização.

 

No dia seguinte (dia 15 de Setembro) as AEC e a CAF começaram em pleno no primeiro dia de aulas do Agrupamento de Escolas do Alto do Lumiar, com uma equipa cheia de vontade de trabalhar!

Este ano o nosso projecto conta com 16 Professores AEC (6 de actividade física e desportiva, 5 de expressões integradas e 5 de Inglês) a juntar a 6 Monitores CAF, distribuidos pelas duas escolas.

Os nossos objectivos continuam os mesmos:

– Melhorar o ambiente escolar;

– Transmitir aprendizagem enriquecedoras;

– Trabalhar com a toda a comunidade escolar e meio envolvente;

Esperamos que este novo ano lectivo seja enriquecedor e divertido para todos!

Bairro de Letras: Apresentação do Livro “Sonhos da Atlântida”

Quarta-feira passada, dia 21 de Setembro, aconteceu mais uma apresentação do livro organizado pelo Bairro de Letras. Desta vez o livro apresentado foi o Sonhos da Atlântida de Amando Frazão. Um residente da Alta de Lisboa que está agora a começar a sua carreira, que esperamos longa, na área da escrita.

Foi sem dúvida mais um final de tarde agradável, onde a conversa fluiu em torno do processo de escrita de um livro, e onde tivemos a oportunidade de conhecer um pouco mais sobre este livro que se encontra à venda.

Agradecemos a todos os que tiveram presentes e que nos ajudam e impulsionam a continuar com estas actividades.

               


Rugby na Alta de Liboa: Época 2011/2012

Estão abertas as inscrições para a Escolinha de Rugby (sub-8 a sub-10) e para a Secção de Rugby (sub-12 a sub-14)! Os interessados deverão efectuar a sua inscrição nas Escolas EB 34, EB 91, na sede da ARAL (Rua Luís Piçarra, Loja 5B) ou no K’Cidade.

Para mais informações contacte Bárbara Oliveira (96 015 46 31)

Saudações ovais…

Bairro de Letras: Sonhos da Atlântida

O Bairro de Letras prepara-se para mais uma apresentação/divulgação. Desta vez, iremos apresentar o livro Sonhos da Atlântida, o primeiro livro de Armando Frazão.
Será amanha, dia 21 de Setembro, pelas 19h na nossa sede. Apareça!
“Escrever para mim é afinal parecido com a descoberta de ler um livro, só que são as nossas ideias. É a nossa mente a criar e as sensações são muito mais vivas, mais surpreendentes, de longe muito mais reais do que se apenas estivesse a ler (…) A experiência de escrever é, de todos os modos, verdadeiramente surpreendente!” Armando Frazão in http://sonhosdaatlantida.armandofrazao.com/