Operação Férias – Alta de Lisboa Segura

2007-07-24-10-54-12.jpg

A Polícia de Segurança Pública  organizou uma acção informativa na Alta de Lisboa sobre os procedimentos de segurança a ter em época de férias. 20 crianças fardadas a rigor distribuiram um folheto informativo com muita informação útil que  divulgaremos num próximo post. Os miúdos  estavam muito entusiasmados e a receptividade por parte da população foi enorme. Parabéns à PSP por esta iniciativa!

A ARAL , a Junta de Freguesia do Lumiar, a Junta de Freguesia da Charneca, a SGAL e o Grupo Desportivo Águias da Musgueira apoiaram a iniciativa.

1 thought on “Operação Férias – Alta de Lisboa Segura

  1. Foram distribuídos panfletos com o número de telefone da PSP a contactar para relatar qualquer incidente de insegurança – é muito louvável. De facto, muitas vezes o cidadão não se queixa por causa da burocracia e da ideia de que nada será feito, mas, sem estatísticas, a PSP não pode dotar as divisões/esquadras com o pessoal e meios adequados aos reais índices de insegurança/criminalidade das zonas abrangidas.
    Nota positiva.

    Outra nota positiva, com reflexos na vivência em cidadania e com urbanidade dos bairros, é o tratamento que está a ser dado pelos jardineiros aos canteiros na Av. Álvaro Cunhal (e espero que noutros pontos da Alta).

    Para que construíram uma «queda de água» no Parque das Conchas se está inoperante desde o início?! Uma sugestão: cubram aquele cimento horroroso (na Alameda, a fonte é bela pelas suas esculturas), por exemplo, com trepadeiras floridas e ajardinem o «lago» da fonte. Em Agosto, mantenham os cursos de água com água, ou vazios, para não haver mosquitos.

    E, uma pergunta para a CML, por que motivo têm os guardas florestais do Parque das Conchas de estar munidos de um jipe, se têm metro e Carris à porta. Para passarem mais tempo a guardá-lo do que a fazer rondas? E por que motivo adoram andar aos pares? Até nas zonas isoladas montanhosas no resto da Europa, os guardas andam sózinhos! Têm medo das famílias que frequentam os parques? É que, assim, não se vêm e não cumprem, sequer, a função preventiva dissuasora (ninguém os vê, muito menos à noite, em que muita gente vai correr para o parque – ficam a «guardar o jipe»…). Talvez fosse melhor videovigilância ligada à PSP – sairia mais barato e talvez fosse mais eficiente.

    Continua a ser importante haver maior variedade de percursos de autocarros da Carris, com terminais diferenciados – no Lambert, na Alta, na Ameixoeira…

    A Telheiras saiu a sorte grande: um terminal de linha do Metro, que garante carruagens vazias de manhã e passageiros apenas locais e urbanos.

    A linha amarela serve já a periferia, por isso, pela sua natureza, será sempre uma linha sobrecarregada, que chega repleta ao Lumiar… Valha-nos a Carris, porque as emissões de ozono dos carros não ajudam a viver «em alta».

    Bom Verão.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s